Bitcoin: vale a pena minerar em casa?

Bitcoin: vale a pena minerar em casa?

O Bitcoin alcançou a faixa de R$ 330 mil e foi um dos maiores recordes históricos, ainda mais agora que o dólar está custando acima de R$ 5,40.

Imagine, portanto, que a moeda norte-americana custasse apenas R$ 2 e fossem U$ 60 mil, o total de lucro no Brasil por casa criptomoeda seria de R$ 120 mil. Entretanto, com a moeda digital custando o mesmo valor e o dólar mais caro, o resultado final é superfaturado.

É pensando nas probabilidades de se tornarem milionários ou fazer uma renda extra, que muitos começaram a minerar em casa com placas de vídeo. A questão é que elas gastam muita energia para pouco retorno: uma RX 550 rende menos de R$ 5 se ficar o dia inteiro ligada e, consequentemente, no overclock.

Os gastos em energia com a placa em seu estresse máximo – já que teria que processar a maior quantidade de dados e informações em blocos – são maiores.

Outro ponto que vale destacar é que sempre que se estressar ao máximo uma placa de vídeo por longos tempos, ela pode apresentar danos nos gráficos e se tornar inviável para jogos. É exatamente por isso que o hardware de mineração é muito mais barato na compra.

Opções que valem a pena para minerar Bitcoin

A RTX 3080 é a opção que mais vale a pena para a mineração porque possui a taxa de 90 mh/s (muito maior que a RX 550 que é menor de 10 mh/s).

Mas, ao usar somente uma, ainda assim os retornos são inconsideráveis. Torna-se necessário a compra de dezenas delas para que trabalhem em conjunto em salas refrigeradas (já que causam muito calor no processamento).

A desenvolvedora Nvidia está retirando as capacidades de mineração das placas e a RTX 3060 já é um exemplo claro disso.

Em suma, a mineração não vale tanto a pena porque, para trazer lucros, é necessário gastar muito dinheiro (já que uma RTX 3080 custa R$ 18 mil). As opções de entrada, que são as mais comuns no Brasil, apenas gastam energia em excesso e podem estressar tanto que se tornam inviáveis.

E, como já se sabe, não vale a pena consertar placa de vídeo já que os chips que pertencem nela, após esquentar muito, começam a descolar, principalmente quando se trata de mineração de Bitcoin.

E se mesmo assim eu quiser continuar a minerar?

Se mesmo assim decidir que ainda deseja minerar, existem algumas dicas cruciais: a primeira é manter um bom sistema de resfriamento. Para isso, invista em coolers potentes para a dispersão de calor e também sempre limpe a sua placa de vídeo.

O pó acumulado pode fazer com que o calor não seja disperso e esquenta mais que o planejado. Se a sua peça estiver suja, não adianta investir em bons coolers ou até mesmo em ventiladores e ar condicionado. O mesmo também vale para outras peças do computador como fonte e placa mãe. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *