Criptomoedas: Bitcoin como funciona?

Criptomonedas bitcoin como funciona

Criptomoedas: Bitcoin você sabe como funciona? Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada de código aberto. Parece confuso? 

Muita calma, vamos explicar melhor o que é Bitcoin, o segredo dos bastidores, e porque mais de 15.000 empresas no Brasil aderiram ao meio de pagamento, trazendo-lhes muita riqueza.

A criptomoeda projetada por Satoshi Nakamoto (o criador do Bitcoin ou o apelido da equipe do criador) funciona como uma moeda virtual. 

Quando você trabalha, recebe dinheiro em notas que podem ser trocadas por produtos ou serviços, assim como o Bitcoin é como uma nota virtual, ela é feita com códigos em vez de papel.

Criptomoedas: Bitcoin, como funciona?

Bitcoin é uma moeda online ou seja uma das mais famosas criptomoedas do mercado com tráfego de pagamento P2P (ponto a ponto), o que significa que não requer um servidor intermediário central. Quais são os benefícios disso? 

Pense nas transações financeiras mais tradicionais, desde de pagamento por boleto, transferências até compras no cartão.

No sistema P2P, você não tem uma instituição financeira (por exemplo, compra intermediária), por isso é instantâneo e o custo é reduzido.

As transações online atuais requerem a mediação de instituições financeiras. Usando Bitcoin, o processo de compra de produtos com notas em lojas físicas será muito simples:

Imagine comprar uma camisa em uma loja física por 50,00 reais: você entrega os votos desse dinheiro e pode sacar o produto sem a mediação do banco.

Da mesma forma, é uma transação virtual com criptomoeda, razão pela qual se popularizou por ser P2P, por isso é barato e rápido.

Bitcoin é uma das criptomoedas, mas o que é isso?

Assim como as notas reais têm tecnologia de proteção, a moeda virtual também deve ter tecnologia de proteção. 

Veja também  Passaporte do Tinder está liberado até 30 de abril

As novas cédulas do Real apresentam listras holográficas, alto relevo, elementos fluorescentes, fios de segurança, marcas d’água, quebra-cabeças, impressões de redução e números ocultos. 

Existem muitas tecnologias para evitar falsificações, certo?

Da mesma forma, para não clonar a moeda virtual, ela é protegida por um conjunto de princípios e técnicas chamado criptografia.

Criptografia: é um conjunto de tecnologias destinadas a criptografar informações para pessoas que somente conheçam o código possam lê-las, garantindo assim a segurança das informações.

Para efeito de analogia, é como enviar uma caixa trancada para um amigo por meio de um mensageiro: 

Ele dará a caixa para outra pessoa, mas não poderá abri-la, apenas o amigo que estiver com a chave poderá abri-la. Pode ver o que está dentro.

O que são mineradores de Bitcoins e o que ganham?

Mineiros são computadores que podem ser usados ​​para “minerar” dados e verificar transações. 

No entanto, esta operação não é realizada pelo servidor central, mas por nós. Qualquer um pode minerar, você só precisa ter um computador potente para processar as informações e mantê-las funcionando.

Desta forma, em cada verificação, você pode obter um pouco de bitcoin da transação como um pagamento de serviço.

Quanto mais potente for o computador, mais essas operações ele executará e mais lucros você poderá obter.

Mas é preciso fazer matemática! Se sua máquina não for boa o suficiente, você pode acabar gastando mais dinheiro na Internet e energia em vez de lucrar.

Porque o Bitcoin usa o sistema P2P?

Não existe agência intermediária como o governo ou banco, e a moeda é totalmente gratuita. 

Como resultado, o governo não conseguiu imprimir mais contas para estimular a inflação. Portanto, o próprio mercado e sua lei de oferta e demanda determinam a dinâmica do Bitcoin.

Veja também  Como fazer o cadastro do auxílio emergencial?

A falta de mediação por parte das instituições financeiras também reduz o valor das transações e agiliza os procedimentos.

Além disso, os dados relativos à transação ficam armazenados até que possam ser verificados pelos chamados mineiros, e esse processo ocorre de forma transparente: 

O código é gratuito, para que qualquer pessoa possa acessar as informações para verificar sua validade.

Criptomoedas: Bitcoin é seguro mesmo?

Os registros de transações são públicos e, conforme mencionamos no tópico anterior, isso tem vantagens sobre as políticas financeiras de papel-moeda. O banco mantém seus registros em 14 chaves, portanto, todas as informações sobre finanças são reais. 

Isso não significa que os bancos vão mentir sobre seu próprio destino, mas se não forem eles, quem pode provar isso?

As criptomoedas seguem outro protocolo em suas transações. Como o código está aberto, qualquer pessoa pode verificar as seguintes informações:

O usuário 1 transferiu 300 bitcoins para o usuário 3

Similarmente:

O usuário 1 possui -300 Bitcoin

User3 possui +300 Bitcoin

Como essas informações são confidenciais, é impossível saber quem é o usuário 1 ou 3, mas as informações sobre a veracidade da transação são totalmente transparentes.

Outra segurança está na criptografia. O código gerado é fácil de ler para a pessoa que tem a chave, mas é difícil para a pessoa que está tentando interceptar a moeda para ler. Isso significa que é difícil falsificar moeda.

Mas, assim como um banco, você deve ter cuidado! Assim como proteger a segurança e a confidencialidade da senha do cartão.

Veja também o nosso artigo sobre NFT clicando aqui!

Você deve proteger a segurança e a confidencialidade da chave privada (a chave que pode acessar as informações da carteira do usuário).

Veja também  Como ganhar dinheiro no Kwai?

É importante para quem tem empresa também ter bitcoin ou outras criptomoedas?

A criptomoeda já ocupa uma posição importante no mercado e, longe de ser uma ficção futurista, é uma realidade concreta e existe até hoje! 

É muito importante para a empresa aceitar o Bitcoin porque é interessante que ela considere a forma de investir no Bitcoin. Talvez sua empresa possa até se tornar uma mineradora!

No Brasil, algumas construtoras começaram a aceitar pagamentos em Bitcoin. Estratégias desenvolvidas para atrair os seguintes tipos de clientes;

A cada transação de compra no valor de 20.000,00 reais paga em Bitcoin, o cliente receberá um desconto de R$1.000,00.

Com uma recompensa de 5%, a compra torna-se mais atrativa, o que é uma grande vantagem para a empresa, pois ela pode possuir com segurança uma moeda muito superior ao valor real.

Gostou do nosso artigo sobre criptomoedas: Bitcoin e como ele funciona?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.